MENSAGEM DO DIA

Seja um seguidor(a)

Google+ Followers

domingo, 24 de julho de 2016

Arianne Fala Sobre o Real Motivo De Sua Saída Da Gravadora MK Music

Em 2006, Fernanda Brum lançava o seu oitavo álbum Profetizando às Nações e um dos singles deste trabalho – Jesus, Meu Primeiro Amor – tinha a participação da novata Arianne. Três anos depois, ela lançava seu álbum de estreia – Por Me Amar (2009), que estourava nas rádios com um pop-rock ainda tímido e baladas congregacionais com canções como Por me Amar e A Cruz Não foi o fim, que foram sucessos absolutos sendo entoados em várias igrejas.

O segundo trabalho intitulado Tempo de Voltar (2011), veio na mesma linha do anterior, porém com letras mais fortes e arranjos mais trabalhados. O single que dá nome ao CD ocupou, desde o lançamento, os primeiros lugares nas rádios. Mas, a grande surpresa do CD ficou com Amor de dia, um hit com uma pegada indie elogiada pela crítica e pelo público.

O terceiro álbum – Música da Minha Vida (2013) – fincou a identidade da cantora com uma mescla de indie, pop-rock e músicas congregacionais. Arianne montou um repertório quase conceitual e as faixas Deserto, Nas Mão de Deus, Uma História com Deus e Música da Minha Vida mostraram sua versatilidade e maturidade.

Ao longo desses dez anos vimos a adolescente se tornar uma cantora de atitude com uma voz potente. Hoje, as vésperas de seu quarto e tão aguardado trabalho, a cantora tem público fiel, milhares de seguidores ansiosos, atentos a cada movimento seu. Transparente e incisiva, Arianne não se esquiva das polêmicas do mundo evangélico.

A cantora bateu um papo com a equipe do Portal Gospel no Divã e falou sobre sua saída da MK Music.

Muito se falou dos motivos de sua saída da MK Music e isso gerou grande especulação entre seu público. O real motivo foi mesmo uma decisão comercial da gravadora? Marcamos uma reunião no Rio para planejarmos os próximos passos e eu apresentei o projeto do DVD dos Clássicos, que foi algo que deu muito certo, mas tem um custo mais alto. A gravadora entendeu que não havia viabilidade financeira para tal e ao final das conversas, deixaram as portas abertas para realizar outro modelo de contrato, que não me interessou. Assim decidi seguir outro rumo. Gosto sempre de reafirmar ao responder esse tipo de pergunta que sou grata à MK. Eles me trataram com carinho, me respeitaram e investiram em mim, logo, o único sentimento que sobra é de gratidão.

Fonte:Gospel no Divã

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS RECENTES