MENSAGEM DO DIA

Google+ Followers

Seja um seguidor(a)

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

CURSO FÉ - Mais Que Vencedores

OITAVA LIÇÃO  - Está por ser entendida, pelo povo de Deus, a declaração do Senhor Jesus em que Ele fala do propósito de Sua vinda. Ele disse:... Eu vim para que tenham vida e vida com abundância (Jo 10.10). Aqueles que conseguem um pouco de luz sobre as suas posições em Cristo, e ousam reivindicá-las, descobrem que em todas as coisas são mais que vencedores.
É claro que todos que querem viver piamente em Cristo sofrerão perseguições. Sempre haverá ameaças e perseguições, mas elas, de modo algum, poderão abalar aqueles que estão sobre a Rocha e que fazem de Cristo a razão de seu viver. 

Em relação às doenças, enfermidades e a todos os sofrimentos físicos, mentais ou espirituais, o cristão pode gritar a sua independência e declarar-se mais que vencedor. Jesus é o nosso substituto completo e total. Ele já sofreu para que fôssemos libertos. As tentações - obras dos demônios - atuam em todos os setores da vida. 
Porém, diante de todas elas podemos e devemos afirmar que somos mais que vencedores. Vencer o diabo e todas as suas investidas é o ato que mais louvor traz a Deus. De pouco vale a pessoa ficar repetindo palavras conhecidas como de louvor e adoração, se permite ao maligno que a escravize e destrua. Não se submeta mais ao inimigo. Diga a ele que em Cristo você é mais que vencedor, que você tudo pode nAquele que o fortalece. Passe a viver de acordo com esta decisão. Nós temos a obrigação de sermos mais que vencedores. O preço pago por Cristo foi alto e supriu o pagamento completo e total da nossa redenção. Nada mais há para se pagar. Após termos aceitado o Senhor Jesus como nosso Salvador e Senhor, devemos tê-Lo, também, como nosso padrão. O Senhor Jesus é o exemplo que temos que seguir. Ele era vencedor em todos os sentidos. Nunca jamais perdeu uma só causa. Em todas as batalhas, Ele simplesmente mostrava que era Senhor. Tudo que realizava aqui na terra era por nós. Ele veio nos dar o exemplo. Era como se Ele dissesse: Vejam bem, é assim que vocês tem de proceder e agir. Façam o que Eu faço e terão o sucesso que tenho.
Vejamos agora como o Senhor se comportou diante dos mais diversos ataques malignos.

AMEAÇAS E PERSEGUIÇÕES 
Depois de ter mandado matar a João Batista, Herodes decide estender as mãos sobre Jesus. Alguns fariseus vêm trazer ao Mestre a notícia das intenções deste caudilho: Naquele mesmo dia chegaram uns fariseus, dizendo-lhe: Sai e retira-te daqui, porque Herodes quer matar-te. E lhes respondeu: Ide e dizei àquela raposa: eis que eu expulso demônios, e efetuo curas, hoje e amanhã, e no terceiro dia sou consumado (Lc 13.31,32). Esta é a atitude que Ele espera que todos aqueles que são dEle tenham diante de quaisquer ameaças. Em relação às perseguições que nos sucedem, Ele ensinou: Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós, por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus: porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós (Mt 5.11,12).

DOENÇAS E ENFERMIDADES 
Diante de todos os tipos de doenças e enfermidades, o Senhor Jesus se colocava como o Mestre. Sabia Ele que o Pai lhe havia confiado poder e autoridade sobre todas as obras do diabo, e, uma a uma o Senhor ia desfazendo: E, ao pôr-do-sol, todos os que tinham enfermos de várias doenças lhos traziam; e, impondo as mãos sobre cada um deles, os curava (Lc 4.40). Para que fôssemos vencedores sobre as doenças e enfermidades, Ele as sofreu em Seu próprio corpo, levando todas elas, para que jamais tivéssemos que sofrê-las. Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniqüidades: o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras, fomos sarados (Is 53.4,5).

TENTAÇÕES E DEMÔNIOS 
Ninguém será tentado pelo diabo, na mesma extensão, como foi o Senhor Jesus. Para tentar o Filho de Deus, o diabo usou de todos os meios e, certamente não teve êxito. Por que o diabo não conseguiu derrotar o nosso Salvador? Porque Ele se firmava na Palavra de Deus e com Ela resistia ao inimigo. O Senhor deixou o inimigo tentá-Lo e o venceu para nos dar exemplo de que nós também podemos triunfar sobre toda a força do inferno e, principalmente, para nos socorrer em todas as tentações: Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados (Hb 2.18). Além das tentações que Jesus sofreu após jejuar quarenta dias e quarenta noites, no deserto, o Senhor sofreu outras tentações tão fortes e profundas como estas que o diabo lhe infligiu após o jejum; e Ele venceu todas elas. A Bíblia diz que Ele foi tentado em tudo: Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado (Hb 4.15). Em Lucas 4.33-35, temos um relato de um enfrentamento direto do inferno contra o Senhor, e, mais uma vez Ele provou ser o vitorioso: E estava na sinagoga um homem que tinha um espírito de um demônio imundo, e este exclamou em alta voz, dizendo: Ah! Que temos nós contigo, Jesus Nazareno? Vieste a destruir-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus. E Jesus o repreendeu, dizendo: Cala-te, e sai dele. E o demônio, lançando-o por terra no meio do povo, saiu dele, sem lhe fazer mal. A Bíblia diz que era um homem que tinha um espírito de um demônio imundo, o qual exclamou em alta voz: que temos nós contigo, Jesus nazareno. Ele falou no plural, apesar de ser um homem com um espírito de um demônio imundo. Ele certamente representava todo o inferno. Era o porta-voz das legiões malignas. E, logo tentou confundir Jesus, afirmando que este era o seu lugar de agir; e, que, portanto, estava fazendo o que era um direito seu. Jesus não lhe deu resposta. A seguir, mais uma vez ele tentou confundir o Senhor Jesus, dizendo que ainda não havia chegado o tempo de sua destruição. Novamente o Senhor não entra em diálogo com ele. Então, ele dá a sua última cartada, tentando fazer Jesus tropeçar ao Lhe revelar que sabia ser Ele o Santo de Deus. Pois, como Deus, o Senhor não podia agir livremente aqui na terra. Tentava o diabo fazer Jesus recordar que no princípio Deus dera esta terra para Adão e este a entregou a ele, o diabo, lá no Éden, quando pecou. O diabo queria tentar a Cristo para que o Senhor aceitasse que não havia ocorrido a encarnação. Pois, sem ter-Se encarnardo, Jesus não poderia operar livremente aqui no nosso mundo. Aí então, o Senhor nos ensina o que fazer com o inimigo, dizendo aquele demônio porta-voz do inferno, que se calasse e saísse do homem; o que ele fez, saindo dele sem lhe fazer mal, depois de o ter lançado por terra.

MAIS QUE VENCEDORES
A palavra de Deus nos garante que em todas as coisas somos mais que vencedores. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou (Rm 8.37). Porém, para que isto ocorra é importante que o cristão saiba qual é a sua posição diante de Deus, do diabo e diante de todas as coisas, bem como quais são os seus direitos e privilégios. Após o Senhor Deus ter criado os céus e a terra, e do pó da terra ter feito o homem, o Senhor o abençoou, dizendo: ... Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra (Gn 1.28). Vemos por esta afirmação da Palavra que o homem era, originalmente, mais que vencedor sobres todas as circunstâncias. Foi assim que Deus o fez. Porém, ele errou, traindo ao Senhor, pecando e por conseqüência foi lançado fora da presença de Deus. Agora Satanás tinha o "direito" de estar aqui e ser o "deus" deste mundo. Assim o diabo ficou "reinando" no mundo até que o último "Adão" aparecesse e o destronasse. Graças a Deus que isto já ocorreu: Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo... o primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão, em espírito vivificante (1 Co 15.22,45). Então, desde que a Palavra de Deus declara tudo já foi feito, não temos mais que nos submeter ao diabo, nem aceitar os seus sofrimentos. Além disto, somos considerados pelo Pai como idôneos para participar de Suas bênçãos. Dando graças ao Pai que nos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz. Ele nos tirou da potestade das trevas e nos transportou para o Reino do Filho de seu amor (Cl 1.12,13). O Senhor Deus espera que aceitemos esta nossa posição e que passemos a agir como mais que vencedores. O diabo sabe que esta é a nossa real posição. Ele sabe também que ele tem que obedecer a todos que descobrem esta verdade.

SER MAIS QUE VENCEDOR É GLORIFICAR A DEUS 
A Bíblia diz: Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus (1 Co 6.20). Devemos exigir que a doença saia do nosso corpo, deixando-o livre. Pois como poderemos ser considerados como mais que vencedores no corpo, se o mesmo está sendo consumido pela moléstia que a Bíblia garante não ser nossa - a nossa Jesus já levou. Também devemos exigir que todo o pecado saia do nosso espírito, se não nos será impossível ter esta classificação de mais que vencedor. A nossa redenção é real. Somos território liberto. A escravidão sobre nossa vida terminou. O poder do diabo findou. Agora temos um novo Senhor que nos comprou para Deus e nos fez mais que vencedores.

A NOSSA POSIÇÃO 
Temos aprendido nas lições anteriores que somos nós que fazemos a diferença. A nossa atitude é que determina o que realmente somos. Dizer da boca pra fora que em todas estas coisas somos mais que vencedores e não agir de acordo com a Palavra de Deus, nada adianta. Ao contrário, seremos chamados de mentirosos. Tome agora mesmo a palavra do Senhor ao pé da letra e declare-se mais que vencedor em todas as coisas. Use os seus direitos. Você já foi considerado pelo Pai como idóneo. Tudo depende de você. Não deixe mais o diabo lhe enganar. Agora é a sua hora. Seja para a glória de Deus, mais que vencedor. Assuma sua posição no mundo espiritual.


Autor: Missionário R.R. Soares - Igreja Internacional Da Graça De Deus


 Fonte:www.ongrace.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS RECENTES