MENSAGEM DO DIA

Google+ Followers

Seja um seguidor(a)

quinta-feira, 7 de julho de 2011

FERNANDA BRUM - ENQUANTO EU CHORAVA

Quanto eu chorei derramado aos Teus pés
Quanto eu clamei meu Senhor
Na adoração que eu fazia em meio à dor
O Teu coração me ouviu
Muitos não entendiam a razão de eu insistir assim
É porque eu sentia que Deus de mim cuidava
E em mim gerava um sonho bom
Bem maior
Quando eu chorava e me derramava
Deus livrou-me da amargura e liberou o milagre
Alta madrugada fui agraciada
Eu vi Tua mão agir
Teu zelo e Teu amor por mim
Na adoração que eu fazia em meio à dor
O Teu coração me ouviu
Muitos não entendiam a razão de eu insistir assim
É porque eu sentia que Deus de mim cuidava
E em mim gerava um sonho bom
Bem maior
Quando eu chorava e me derramava
Deus livrou-me da amargura e liberou o milagre
Alta madrugada fui agraciada
Eu vi Tua mão agir
Teu zelo e Teu amor por mim
Aprendi que tudo belo Tu fazes em seu tempo
Toda afronta e humilhação
Não se comparam com a glória que há de ser revelada a mim
Quando eu chorava e me derramava
Deus livrou-me da amargura e liberou o milagre
Alta madrugada fui agraciada
Eu vi Tua mão agir
Teu zelo e Teu amor por mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS RECENTES